Buscar
  • Paranews

PSDB-Mulher lança e-book com a visão das tucanas



Presidente do Secretariado Nacional da Mulher/PSDB, Yeda Crusius, apresentou resultado de oito Forças-Tarefas em Belém (PA).


Sob a ênfase de igualdade social e tendo a mulher como protagonista de transformação política, o Secretariado Nacional da Mulher/PSDB, liderado pela ex-governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, lançou na noite desta quinta-feira (7), no Hotel Radisson, em Belém (PA), o e-book “O Brasil que queremos na visão das mulheres tucanas”. 


O produto digital estará disponível em agosto no site www.psdb-mulher.org.br e traz uma reflexão sobre as bandeiras prioritárias do país. Na presença de lideranças, de representantes da diretoria nacional do PSDB-Mulher e de pré-candidatas de todo o Brasil, Yeda apresentou o produto digital baseado em sete temas que nortearão a construção das bandeiras eleitorais, entre elas o "Padrão de consumo, meio ambiente e sustentabilidade".


O e-book traz o resultado do trabalho da Força-Tarefa "Mulheres que constroem um Brasil melhor”, que percorreu oito estados entre março e junho de 2022: Goiás, Paraíba, Distrito Federal, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Sergipe.


"O PSDB sempre teve candidato a presidente desde que nós nascemos como partido.  A candidatura presidencial diz qual o Brasil que a gente quer. E essa é a primeira vez que nós não temos candidato a presidente. Então, esse 'vazio' as mulheres não quiseram deixar acontecer. Organizarmos uma força-tarefa, de março a junho, para perguntar, através das mulheres: qual o Brasil que nós queremos?", explicou a presidente.


Ainda como resultado da força-tarefa, o Secretariado Nacional da Mulher/PSDB capacitou 888 mulheres nas cinco regiões brasileiras e entrevistou 90 lideranças regionais e nacionais.


Belém


O lançamento na capital paraense teve um significado importante para o PSDB-Mulher. Há 23 anos, a capital sediou a primeira reunião do Secretariado. "No dia de hoje quero homenagear aquela que foi nossa primeira reunião, que fez essa linda história do PSDB-Mulher, uma história que nunca parou de acontecer desde 1999 em diante", enfatizou Yeda Crusius, que ressaltou a importância da Amazônia no processo eleitoral do país, assim como do já falecido Almir Gabriel e Socorro Gabriel.


Presidências


"Esse é o produto fundamental. É um trabalho feito há muitos anos, e é a culminância de todo levantamento feito junto às filiadas, não-filiadas e com pessoas preocupadas com o Brasil. É um produto que indica os caminhos que o país precisa percorrer para melhorar de vida", disse o presidente do PSDB do Pará, deputado federal Nilson Pinto, que estava ao lado da esposa e pré-candidata a uma vaga na Câmara Federal, Lena Pinto.


Sobre o lançamento, a ex-deputada estadual e atual presidente do PSDB-Mulher paraense, Tetê Santos, mostrou-se entusiasmada. "Eu espero que tudo isso que foi apresentado, sirva para impulsionar várias outras mulheres do Brasil, para levar adiante a luta feminina e para que um maior número de lideranças participe dessa construção", salientou. Estiveram presentes, ainda as deputadas estaduais Heloísa Guimarães (PSDB), e Ana Cunha (PSDB), ambas pré-candidatas à reeleição.

10 visualizações0 comentário