top of page
  • Paranews

Primeiro dia de alistamento na Rússia tem manifestações e fuga de homens


Serguei Lavrov, chanceler de Putin, abandona reunião nas Nações Unidas depois de acusar o Ocidente de encobrir crimes do regime de Kiev. Zelensky insta russos a protestarem contra recrutamento. Kiev e Moscou trocam prisioneiros de guerra


Manifestações contra a convocação de 300 mil reservistas, detenções em massa e a fuga de homens russos do país marcaram o primeiro dia de alistamento dos combatentes que reforçarão as tropas de Vladimir Putin na Ucrânia. No campo diplomático, as ameaças do presidente de usar armas nucleares contra o Ocidente aprofundaram o isolamento da Rússia. O chanceler Serguei Lavrov abandonou uma reunião extraordinária a nível ministerial no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), depois de refutar denúncias de abusos cometidos pelas forças de seu país. “Os Estados Unidos e seus aliados, com o conluio de organizações internacionais de direitos humanos, estão encobrindo os crimes do regime de Kiev”, declarou, ao chamar o governo de Volodymyr Zelensky de “Estado totalitário nazista”.


Fonte: Correio Braziliense.

11 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page