top of page
  • Paranews

Pilotos adormecem na Etiópia e ‘esquecem’ de pousar avião


Dois pilotos adormeceram e passaram pelo aeroporto onde deveriam ter pousado durante um voo que seguia de Cartum, no Sudão, para Adis Abeba, na Etiópia, de acordo com informações do o site de notícias .




O Boeing-737-800, operado pela Ethiopian Airlines, voava no piloto automático a 11.000 metros de altitude na segunda-feira, 15, quando passou pelo Aeroporto Internacional de Adis Abeba.


Apesar das várias tentativas, o controle de tráfego aéreo não conseguiu entrar em contato com a tripulação. No entanto, um alarme foi acionado após o desligamento do piloto automático. Em seguida, o avião começou a descer e aterrissou de forma segura em 25 minutos.


“Recebemos um relatório que indica que o voo etíope número ET343 em rota de Cartum para Adis Abeba perdeu temporariamente a comunicação com o Controle de Tráfego Aéreo de Adis Abeba em 15 de agosto de agosto de 2022”, afirmou a Ethiopian Airlines em comunicado nesta nesta sexta-feira, 19. “O voo aterrissou com segurança depois que a comunicação foi restabelecida. A tripulação em questão foi removida da operação enquanto aguarda uma investigação mais aprofundada.”


De acordo com a empresa, “ações corretivas apropriadas serão tomadas com base no resultado da investigação”.


Em publicação nas redes sociais, o analista de aviação Alex Macheras compartilhou o seu choque sobre o voo ET343 e afirmou que era um “incidente profundamente preocupante”, citando a possibilidade de o caso ter sido resultado da exaustão dos pilotos.


“A fadiga do piloto não é novidade e continua a representar uma das ameaças mais significativas à segurança aérea – internacionalmente”, escreveu. 


O caso desta semana acontece poucos meses depois que pilotos da Southwest Airlines e da Delta Air Lines alertaram executivos das companhias aéreas sobre o aumento da exaustão de pilotos.

“A fadiga, tanto aguda quanto cumulativa, tornou-se a principal ameaça à segurança da Southwest Airlines”, disse a Southwest Airlines Pilots Association (SWAPA) em uma carta publicada em abril.


No documento, eles alertam sobre os motivos do aumento da exaustão dos pilotos, entre eles a crescente demanda por viagens aéreas à medida que o setor começa a se recuperar da pandemia de Covid-19, além do caos causado pelo cancelamento de viagens devido à onda de calor severa no hemisfério norte. 


FONTE: SITE VEJA

IMAGEM: GOOGLE REPRODUÇÃO


7 visualizações0 comentário
bottom of page