top of page
  • Paranews

PGR pede condenação de 40 réus pelos atos de 8 de Janeiro

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu nesta segunda-feira, 7, a pena máxima de 30 anos de prisão para 40 acusados ​​de invadir as sedes dos Três Poderes, em Brasília, durante os atos de 8 de Janeiro. Eles são os primeiros a se tornarem réus pelos ataques. Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a PGR afirma que se constatou tanto a “materialidade” como a “autoria” de ao menos cinco crimes. O STF já aceitou as denúncias apresentadas contra 1.290 pessoas, a maioria das quais por participação direta nos atos de 8 de Janeiro. “A pena a ser aplicada aos acusados deve ser exemplar por se tratar de crimes graves praticados em contexto multitudinário que visavam a implantar um regime autoritário no lugar de um governo legitimamente eleito”, afirmou o coordenador do Grupo Estratégico de Combate aos Atos da PGR, Carlos Frederico Santos. As petições detalham os fatos registrados no dia da invasão aos prédios do Palácio do Planalto, Congresso Nacional e STF a partir de provas reunidas durante quase oito meses de investigação. Entre elas, estão registros fotográficos e em vídeo, documentos como relatórios de inteligência, autos de prisões em flagrante e depoimentos de testemunhas e dos próprios réus. Por tratar-se de crimes multitudinários, as alegações finais têm uma parte comum a todos os réus, mas também contemplam informações individualizadas.


Fonte: jovem Pan.

Imagem: reprodução.

12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page