top of page
  • Paranews

MP junto ao TCU pede investigação sobre reuniões da ‘dama do tráfico’ no Ministério da Justiça

Subprocurador argumenta ser preciso verificar se houve "eventual desvio de finalidade" no uso da pasta. Agora, cabe à presidência do TCU aceitar ou não pedido


O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União pediu, nesta terça-feira 14, a abertura de uma investigação sobre reuniões ocorridas no Ministério da Justiça e Segurança Pública com a esposa de um integrante do Comando Vermelho.


Agora, cabe ao presidente do TCU, Bruno Dantas, decidir se atende ou não à solicitação.


Luciane Barbosa Farias – casada com Clemilson dos Santos Farias, conhecido como Tio Patinhas, líder do CV no Amazonas – esteve na sede da pasta como acompanhante de Janira Rocha, advogada e ex-deputada estadual pelo Rio de Janeiro. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo.


A dupla foi recebida pelo secretário de Assuntos Legislativos, Elias Vaz, que assumiu publicamente a responsabilidade do encontro após a repercussão do caso. Ato contínuo, a pasta publicou uma portaria para endurecer as regras de acesso ao Palácio da Justiça.



Para o subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, a investigação deve apurar “possíveis condutas atentatórias à moralidade administrativa” e “eventual desvio de finalidade no uso das dependências do Ministério da Justiça” para a recepção de Luciane.


“Qualquer que fosse o interesse público alegado para justificar o encontro, certamente não se tratava da única via disponível, cabendo ao órgão público selecionar interlocutores que respeitem a moralidade pública exigida das instituições oficiais”, diz o documento.


Fonte: carta capital.

Imagem: reprodução.



15 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page