top of page
  • Paranews

"Impossível" que o RS mantenha pagamentos à União, diz Pacheco

Presidente do Senado afirmou que o ministro Fernando Haddad (Fazenda) apresentará uma medida econômica específica ao Estado, atingido por enchentes históricas


presidente do Senado, Rodrigo Pacheco

(PSD-MG), disse nesta 3ª feira

(7.mai.2024) ser "impossível" que o Rio Grande do Sul mantenha o pagamento da dívida de R$ 3,5 bilhão com a União.

Segundo Pacheco, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, deve apresentar uma medida econômica específica para o Estado, atingido por chuvas históricas que já deixaram 85 mortos, segundo o último boletim da Defesa Civil. A outra proposta é mais "estruturante" e engloba a regularização da dívida de outros Estados, conforme o senador mineiro.


"É praticamente impossível exigir do Estado que mantenha o pagamento regular da dívida no seu regime de recuperação fiscal. Então, naturalmente, virá por parte do governo federal uma proposta que possa dar um alento pelo menos momentâneo ao Rio Grande do Sul".

, declarou Pacheco em entrevista à

GloboNews.

O governador gaúcho, Eduardo Leite

(PSDB), pediu a suspensão do pagamento da parcela mensal da dívida do Estado com a União pelo período que durar a reconstrução dos danos causados pelas chuvas.

Pacheco também afirmou que o projeto elaborado por Haddad deve trazer isenções econômicas para outros setores do Rio Grande do Sul que foram afetados polac chuvas.


O presidente do Senado também afirmou que o desastre evidencia a necessidade de recursos especiais para a prevenção de desastre naturais no pais.


fonte: PODER 360

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page