top of page
  • Paranews

Homem é preso por crime eleitoral em Mãe do Rio - PA



Com ele foram encontradas anotações que relacionavam votos a valores e benefícios sociais, além de mais de R$ 16 mil em dinheiro.


Um homem foi preso em flagrante por compra de votos em Mãe do Rio, no nordeste do Pará. A prisão ocorreu no km 272 da BR-010, após uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que encontrou anotações de que relacionavam votos a valores e benefícios sociais.


De acordo com a corporação, os agentes perceberam que, dentro do carro, havia uma grande quantidade de material gráfico de campanha política.


A PRF informou que o homem também falou que possuía cerca de R$ 14 mil em espécie, provenientes de vendas ocorridas no final de semana em um estabelecimento comercial. Ao ser questionado pelos policiais, o motorista afirmou que era responsável pela coordenação, em Mãe do Rio, da campanha de um candidato a deputado estadual no Pará.


Após recolher o envelope com o numerário para contagem, a equipe localizou uma agenda com diversos documentos e anotações que relacionavam quantidades de votos a valores, solicitações de ajuda de custo, cheques moradia, aluguel de veículos para transporte de pessoas, cestas básicas, vale combustível, entre outros.


Segundo a PRF, a contagem dos valores totalizou em R$ 16.190,00. Nas anotações, havia o registro da estimativa total de R$ 60 mil em gastos. Diante dos fatos, o condutor foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Mãe do Rio para a realização dos procedimentos cabíveis por crime eleitoral.


Caso seja comprovado, a pena para dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outros, dinheiro ou qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita, é de até seis meses de prisão e pagamento de R$60 mil a R$100 mil em multa.


Fonte: G1.

Imagem: reprodução.

32 visualizações0 comentário

Yorumlar


bottom of page