top of page
  • Paranews

Exclusivo: MP investiga desvio de R$ 47 milhões na Fundação Cultural do Pará

Uma bomba caiu esta semana dentro da Fundação Cultural do Pará, comandada, até aqui, por Guilherme Relvas. Isso porque o Promotor de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa de Belém, Rodier Barata desmembrou para várias promotorias o rumoroso escândalo envolvendo a contratação de artistas paraenses. Até Fafá de Belém está no meio da história. Para ler a matéria na íntegra acesse https://oantagonico.net.br/a-fundacao-cultural-os-r-47-milhoes-as-empresas-o-escandalo-das-contratacoes-e-a-investigacao/

1.028 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page