top of page
  • Paranews

Equipes de resgate localizam caixa-preta com dados e voz dos pilotos de avião que caiu no Nepal

Investigação vai determinar as causas da tragédia com aeronave com 72 pessoas a bordo na cidade turística de Pokhara


As equipes de resgate encontraram, nesta segunda-feira (16), a caixa-preta do avião ATR 72 da Yeti Airlines, que caiu com 72 pessoas a bordo no último domingo (15), na cidade turística de Pokhara, no Nepal. O equipamento contém a gravação de voz dos pilotos no cockpit e os dados de voo do avião.

Até agora, 68 corpos já foram recuperados no pior acidente aéreo dos últimos 30 anos do país. Quatro pessoas ainda estão desaparecidas, mas as autoridades descartam encontrar sobreviventes.


As equipes de resgate enfrentam o tempo nublado e a baixa visibilidade de um desfiladeiro onde caiu o avião para tentar localizar os corpos mais de 24 horas depois da tragédia.

"Vimos muita fumaça e percebemos que era a queda de um avião. Então, nós corremos para o local da tragédia", disse Mehmood Khan, um morador de Pokhara, perto de onde o ATR 72 caiu. "Meu amigo desceu o morro para procurar sobreviventes, mas retiramos mais de 35 corpos", acrescentou.


O avião, que partiu da capital, Katmandu, com destino a Pokhara, transportava 57 nepaleses, cinco indianos, quatro russos, dois sul-coreanos, um argentino, um irlandês, um australiano e um francês.


Sem esperança de encontrar sobreviventes, o Nepal inicia, nesta segunda-feira (16), um dia de luto nacional pelo desastre aéreo do domingo, que matou ao menos 68 pessoas.

A possibilidade de achar alguém vivo entre as 72 pessoas que estavam a bordo do avião que se chocou contra o solo é "nula", disse à AFP um alto funcionário local das equipes de resgate.

"Até agora, recuperamos 68 cadáveres. Estamos buscando 4 corpos [...]. Rezamos por um milagre, mas a esperança de encontrar alguém vivo é nula", disse Tek Bahadur KC, chefe do distrito de Taksi, onde ocorreu o acidente.

O avião foi encontrado em chamas em um precipício de 300 metros de profundidade entre o antigo aeroporto, construído em 1958, e um novo terminal internacional, inaugurado em 1º de janeiro, em Pokhara, porta de entrada para turistas de todo o mundo.

Os bombeiros usaram cordas para recuperar os corpos do fundo do abismo desde o fim do domingo, no horário local, até as primeiras horas desta segunda-feira.

"Por causa da neblina, a busca foi interrompida temporariamente. Nós vamos recomeçar em uma ou duas horas, quando o clima melhorar", informou o oficial de polícia AK Chhetri na madrugada desta segunda. "Levamos 31 [cadáveres] para os hospitais", disse mais cedo à AFP.


Fonte: R7.

Imagem: reprodução.

60 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page